Cruzeiro já sabe o que fará quando acabar o empréstimo de Robinho

O meio-campo Robinho vai permanecer no Cruzeiro em 2017, mas o clube celeste quer estender a estadia do jogador na Toca. Emprestado pelo Palmeiras até dezembro do próximo ano, o camisa 19 fez um bom Campeonato Brasileiro pela Raposa e, por isso, despertou o desejo da diretoria celeste em fazer um esforço para segurá-lo em definitivo. A informação é do repórter da Itatiaia, Samuel Venâncio.

Pelo contrato, o Cruzeiro tem a preferência para adquirir Robinho ao fim do período de empréstimo. O interesse da Raposa é tentar antecipar a aquisição dos direitos econômicos junto ao Palmeiras caso sobre algum dinheiro nos cofres na virada de 2016 para 2017.

Em entrevista à Itatiaia, em outubro, Gilvan revelou que Robinho veio com os direitos econômicos fixados e que o meio-campista tem um ‘preço razoável’ pelo futebol apresentado.

“Quando trouxemos o Robinho na transação que fizemos com o Palmeiras, nós pedimos para que fosse fixado o valor dos direitos econômicos. Estão fixados e nós temos essa condição de optar por não devolver e ficar com o atleta. (Se o Palmeiras solicitar o retorno de Robinho), vamos ter que exercer o nosso direito de ficar com ele. Para o futebol dele, é um preço razoável”, disse o presidente celeste.

O fato de o Palmeiras estudar a renovação com o lateral-direito Fabiano para 2017 pode contribuir para Robinho ficar em definitivo na Toca da Raposa. O atleta, que pertence ao Cruzeiro e fez o gol que sacramentou o título brasileiro para o clube paulista, foi envolvido na troca que trouxe o meio-campista para Belo Horizonte no fim de abril. O contrato de empréstimo do camisa 2 junto ao Verdão termina no fim deste mês, mas a equipe celeste ainda não foi procurada.

Fonte: Rádio Itatiaia