Cruzeiro recebeu hoje uma má notícia: Clique e veja

A diretoria do Cruzeiro terá uma decisão importante para tomar até o fim da próxima temporada sobre o futuro do atacante Ramón Ábila, cujos 50% dos direitos econômicos foram adquiridos por US$3,82 milhões em junho deste ano ao Huracán. Na negociação acertada pelo então diretor de futebol da Raposa, Thiago Scuro, o clube celeste se compromete a comprar os outros 50% dos direitos por US$4 milhões até dezembro de 2017. Caso o depósito não seja realizado, o atacante terá que retornar ao time argentino imediatamente, seguindo o clube celeste como sócio do ‘Globo’ no percentual do goleador.

Em contato com o Superesportes, o presidente do Huracán, Alejandro Nadur, deu detalhes da negociação e ainda revelou que o Cruzeiro está em débito com a segunda parcela do pagamento pelos primeiros 50% dos direitos, programada para o último dia 5. “O Cruzeiro pagou em agosto US$2,7 milhões. O pagamento restante relativo à compra dos 50% deveria ter sido feito em 5 de dezembro. O Cruzeiro está em atraso, mas isso não implica na perda do jogador, não gera o cancelamento do negócio”, disse o mandatário, que explicou a única cláusula que implicaria na volta de Ábila ao Huracán.

“O fato é que o Cruzeiro tem até 5 de dezembro de 2017 para pagar mais US$ 4 milhões e ficar com 100%. Se não pagar, terá que devolver o jogador ao Huracán e isso já está previsto desde o início no contrato”, completou. A cláusula serve, em resumo, para a equipe argentina forçar o Cruzeiro a negociar o jogador. Se Ramón Ábila for negociado no decorrer de 2017 para outro mercado, por exemplo, por valor superior ao investido pelos mineiros, o Huracán entende que o Cruzeiro não pode antecipar a compra da outra metade dos direitos por US$4 milhões, mas sim deve dividir igualmente valor da transação. “O Cruzeiro prometeu não adiantar a compra dos 50% restantes se negociar o jogador antes de dezembro. O Huracán receberá metade de qualquer negociação até esta data”, disse Alejandro.

LEIA MAIS: REUNIÃO E CLÁUSULA PODEM TIRAR MAIS UM JOGADOR DO CRUZEIRO

LEIA MAIS: CRUZEIRO JÁ SABE QUEM VAI ENFRENTAR NA COPA SUL-AMERICANA

O Cruzeiro comprou 50% dos direitos por US$3,82 milhões e ainda assumiu todas as taxas e impostos do negócio. Com esses encargos, o valor da transação pelos primeiros 50% dos direitos acabou acertada em US$4,2 milhões. Até aqui, a cúpula celeste pagou US$2,7 milhões, depositados em agosto – cerca de dois meses após a conclusão do negócio – e ainda deve US$1,5 milhão, que deveria ter sido pago até 5 de dezembro.

Procurado, o Cruzeiro disse que “não comenta questões de contrato”.

Ramón Ábila em Belo Horizonte

Ramón Ábila foi anunciado como reforço do Cruzeiro no dia 22 de junho. Apresentado com Rafael Sobis no dia 3 de julho, no Mineirão, o centroavante estreou com a camisa celeste na vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense. Em 28 jogos pelo Cruzeiro, Ábila marcou 12 gols (0,42 de média) e distribuiu duas assistências. Após um início arrasador, o atacante alternou altos e baixos no final da temporada. A possível necessidade de negociar Ábila já nesta janela de transferências ajuda a explicar a busca do Cruzeiro por centroavantes – como, por exemplo, Marcelo Moreno.

Fonte: Superesportes