Cruzeiro confirma negociações com Millonarios e Tijuana por atacante e meia

O Cruzeiro confirmou que negocia as transferências do atacante Duvier Riascos e do meia Matías Pisano para o colombiano Millonarios e o mexicano Tijuana, respectivamente. Em contato com a reportagem do Superesportes, o diretor de futebol Klauss Câmara disse que o clube celeste já mantém contato com as diretorias dos dois clubes e espera um desfecho para os próximos dias.

“Procedem sim as informações (divulgadas nos últimos dias por veículos de comunicação de Colômbia e México). Estamos conversando com os clubes. Só não podemos divulgar cifras, pois é algo interno do Cruzeiro. Mas nos próximos dias, quando sair a definição, vamos oficializar tudo”, afirmou o dirigente.

Pouco aproveitado no Cruzeiro, Pisano pode deixar o clube definitivamente. Para isso, o Tijuana ofereceu uma compensação financeira para contar com o meio-campista para a disputa do Torneio Clausura 2017, de acordo com o portal MedioTiempo.

Após temporadas de destaque com a camisa do Independiente, Pisano foi contratado pelo Cruzeiro no final de 2015. O clube celeste prometeu pagar US$ 1 milhão por 50% dos direitos econômicos mais o perdão de dívida de 700 mil dólares do clube argentino referente ao empréstimo do centroavante Ernesto Farías.

De acordo com o porta-voz Pablo Moyano, filho do presidente do Independiente, Hugo Moyano, o Cruzeiro não pagou pela contratação do jogado.

“Cruzeiro nunca pagou a dívida por Pisano. Acordamos isso, mas o Cruzeiro não cumpriu. Vamos apresentar uma reclamação na Fifa”, disse, em contato com a reportagem.

Imbróglio judicial

O caso de Riascos depende da resolução de um problema judicial com o Cruzeiro. Apesar de ter declarado que o acerto com o Millionarios está bem encaminhado, o atacante precisaria pagar R$ 2,262 milhões ao clube celeste para efetuar a transferência. O valor foi determinado pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST), em 26 de dezembro de 2016.

Sem atuar desde 17 de julho do ano passado, quando participou do segundo tempo da derrota do Cruzeiro para o Fluminense por 2 a 0, no Rio de Janeiro, Riascos segue próximo aos familiares na cidade de Cali. Recentemente, o jogador foi colocado como “plano B” do Vasco em um eventual desacerto nas negociações com o ex-são-paulino Luis Fabiano.

O motivo do afastamento de Riascos foi uma polêmica declaração ao microfone da Rádio Itatiaia depois da partida contra o Fluminense. “Não está normal. Não estou feliz com isso que está acontecendo. Tem que encontrar uma solução, porque não pode tirar minha felicidade para jogar essa merda aqui”.

Pouco depois de expressar sua insatisfação, o jogador foi bastante criticado por torcedores, que, por meio de mensagens nas redes sociais, exigiram sua saída do Cruzeiro. De fato, o atacante jamais voltou a ser relacionado para as partidas da equipe e deixou a Toca II pela porta dos fundos.

Fonte: SuperEsportesMG