Veja o que o goleiro Fábio disse sobre as atuações de Rafael na meta do Cruzeiro

Pela primeira vez em 11 anos, o Cruzeiro teve, durante boa parte do Campeonato Brasileiro, um goleiro que não era Fábio. Em agosto, o veterano sofreu uma lesão grave no ligamento cruzado do joelho direito, precisou operar, e ficou fora de combate um turno inteiro. Desde a contusão do camisa 1, Rafael atuou em 23 partidas – seis delas pela Copa do Brasil – e agradou. A ponto de a temporada 2017 começar sem a certeza de que o titular é Fábio.

No entanto, o recordista de partidas com a camisa do Cruzeiro (705 jogos) diz não se importar com isso. Fábio está feliz que Rafael, de 27 anos, quase nove anos mais novo, teve enfim uma oportunidade de mostrar seu talento.

“Vi o Rafael praticamente crescendo. Brinco com ele que ele aprendeu bem, observou bastante. O Mano (Menezes) sabe o que é melhor para o Cruzeiro e eu também quero o melhor para o Cruzeiro. Eu estou tranquilo, saí do time por causa de uma lesão e estou voltando. Sei das minhas condições, da minha qualidade, não fico me esquentando que eu tenho que ser titular”, comentou Fábio, ao site oficial do Cruzeiro.

LEIA MAIS: REVIRAVOLTA – CRUZEIRO ESTUDA VENDER JOGADOR PARA ‘FAZER CAIXA’

LEIA MAIS: CRUZEIRO TEM AJUDA DE GRANDE TORCEDOR PARA CONTRAÇÃO DE THIAGO NEVES

Para Fábio, seu substituto mostrou que pode jogar em qualquer grande clube brasileiro. “Ele esperou muito tempo e jogou muito pouco ao longo desses anos. Era muito importante para ele, não só dentro do Cruzeiro, mas também no cenário nacional, porque ele tem uma certa idade e precisa formar um nome, se firmar como um goleiro que pode jogar em grandes clubes”, acrescentou.

5 COISAS QUE A TORCIDA DO CRUZEIRO ESPERA PARA 2017

  • 5 COISAS QUE A TORCIDA DO CRUZEIRO ESPERA PARA 2017
    5 COISAS QUE A TORCIDA DO CRUZEIRO ESPERA PARA 2017
  • Manutenção do elenco
    Manutenção do elenco
    Outra situação, que a Raposa espera para o ano que vem é a manutenção dos jogadores do elenco e renovar o contrato de alguns atletas que estão com o vínculo se expirando.
  • Equipe entrosada
    Equipe entrosada
    Já a terceira coisa se deve a equipe que pode se entrosar, no começo da pré-temporada que será iniciado em janeiro. Com isso, a torcida pode esperar uma equipe entrosada e equilibrada com a chegada dos novos contratados.
  • Títulos
    Títulos
    Sem contar com os títulos, o principal objetivo traçado pela diretoria, comissão técnica e torcedor cruzeirense. A torcida celeste aposta muito em Mano Menezes, para voltar ao caminho dos títulos.
  • Chegada de contratações
    Chegada de contratações
    A primeira delas se deve aos reforços que podem chegar ao decorrer do ano que vem, com a chegada e troca de atletas. Além da manutenção de jogadores que estão emprestados e podem ser útil, já que é uma das esperanças do torcedor.
  • Planejamento da diretoria
    Planejamento da diretoria
    Por fim, a diretoria acredita que o planejamento que o presidente Gilvan de Pinho Tavares iniciou com o Tinga e Mano Menezes possa surtir efeito no próximo ano, quando iniciar as competições.

 

De acordo com as previsões do departamento médico cruzeirense, o retorno de Fábio aos treinos normais com bola está programado para entre o fim de janeiro e o início de fevereiro.

Fonte: Superesportes