Em BH, empresários de Willians tentam definir futuro do volante com o Cruzeiro

Sem jogar há mais de quatro meses, o volante Willians poderá ter seu futuro definido nas próximas semanas. Ubiraci Cardoso e Giuliano Aranda, seus empresários, estão em Belo Horizonte para resolver, entre outros assuntos, o futuro de seu cliente. O jogador foi dispensado do Corinthians na reta final da última temporada, depois de discutir com torcedores, e voltou à Toca da Raposa II no início de 2017, onde treina separadamente desde a reapresentação, em 23 de janeiro.

Em contato com o Superesportes, Aranda confirmou a intenção de definir o quanto antes o futuro de Willians. “Estamos em Belo Horizonte não só para isso, também temos outros clientes. Mas um dos objetivos é tentar um encaixe para o Willians, estamos analisando algumas possibilidades”, disse. Perguntado se há algum prazo, o agente disse que “não há regra” para esse tipo de definição e acrescentou.

“É um fato que todo esse tempo parado é prejudicial para a carreira do atleta. Mas é um jogador que nunca teve qualquer problema físico, sempre jogou em alto nível e basta olhar os números em Internacional, Flamengo, Cruzeiro. Os números não mentem”, elogiou Magão, como é conhecido o empresário. O objetivo é que Willians siga no Brasil, atuando em algum time da Série A do Campeonato Brasileiro. “Não depende só de mim uma definição até o fim da semana. Vamos ver”, complementou.

 Em fevereiro, à reportagem, o presidente Gilvan de Pinho Tavares havia revelado negociações avançadas para Willians deixar o Cruzeiro. “A gente praticamente vai ficar sem nenhum jogador desses que estão treinando separadamente”, disse em 13 de fevereiro. Se por um lado a projeção sobre Willians não foi certeira, parte do planejamento do mandatário se confirmou. Depois de o clube emprestar o chileno Mena ao Sport e o volante Gino ao Santa Cruz, apenas o zagueiro Rafael Donato, além do volante, tem treinado separadamente na Toca II.

Fonte: Superesportes