Boa notícia! Jogador comemora retorno ao Cruzeiro após dois meses: ‘Estou bem’

Depois de mais de dois meses de fisioterapia e trabalhos físicos, o jogador voltará a vivenciar a atmosfera de um campo de futebol. Recuperado de desgaste muscular, que evoluiu para um incômodo no quadril, o lateral-direito ficará à disposição de Mano Menezes e deverá ser uma das novidades do Cruzeiro no confronto diante do Bahia, nesta quinta-feira, às 21h, na Fonte Nova, em Salvador.

“É muito chato (ficar longe das partidas). Nenhum jogador gosta de ficar parado, ainda ficava aquela apreensão, o quadro não evoluía. Mas vou deixar isso no passado. Foi uma lição para mim, todo jogador passa por isso. O mais importante é que estou bem e resolvemos esse problema”, vibrou. “Não sinto qualquer tipo de dor. Agora é só pegar ritmo de jogo e voltar como eu vinha jogando”, complementou.

Peça fundamental no esquema de Mano, já que é o atleta da posição mais regular desde o fim do ano passado, Ezequiel não entra em campo desde 1º de abril. Sua última partida foi na 10ª rodada do Campeonato Mineiro, na vitória do Cruzeiro sobre o Atlético, no Mineirão. Ele entrou no departamento médico para tratar um simples desgaste muscular, que evoluiu para um incômodo no quadril, e por lá permaneceu durante pouco mais de dois meses.

Perguntado se há possibilidade de atuar os 90 minutos contra o Bahia, Ezequiel despistou, mas ressaltou que está bem e que o jogo que vai dizer o período que conseguirá permanecer em campo. “Vou procurar jogar da mesma forma que sempre joguei. Estou bem. Vamos ver na hora do jogo como vai ser”, projetou o lateral-direito, que tem 25 jogos pelo clube e um gol marcado.

Concorrência ainda maior?

No período em que Ezequiel ficou ausente dos gramados, Mano Menezes testou nada menos do que outras cinco opções na lateral direita – Mayke (hoje no Palmeiras), Hudson, Lennon, Lucas Romero e Henrique (utilizado nos minutos finais no jogo contra o São Paulo, pela Copa do Brasil, no Mineirão). Nenhuma delas, porém, convenceu. Diante disso, a diretoria chegou a pautar internamente a possibilidade de contratar outra peça para o setor. Ezequiel disse não se preocupar com a concorrência.

“Temos pessoas dentro do clube que são competentes e avaliam melhor essa necessidade (de contratar laterais). Procuro fazer o meu trabalho. Eu sempre tive concorrência, em todos os clubes pelo quais passei. Vou continuar fazendo o melhor para estar bem e desempenhar da melhor forma possível”, afirmou.

Depois de conhecer a primeira derrota no Campeonato Brasileiro em jogo diante da Chapecoense, por 2 a 0, no último domingo, em pleno Mineirão, o Cruzeiro tenta a reabilitação contra o Bahia. Com sete pontos e na oitava colocação da Série A, o time de Mano Menezes busca a vitória para voltar às primeiras colocações.

Fonte: Superesportes