Cruzeiro avalia possível retorno de Fabrício Bruno para suprir desfalques na defesa

Depois de perder Dedé, que sofreu edema ósseo no joelho esquerdo e só retornará aos gramados em um mês e meio, o Cruzeiro avalia a possibilidade de integrar mais um zagueiro ao elenco. O clube, entretanto, não deve recorrer ao mercado, conforme já explicado pelo diretor de futebol Klauss Câmara. Por ora, a possibilidade mais plausível é a da reintegração de um atleta pertencente à agremiação. A bola da vez é Fabrício Bruno, pouco utilizado na Chapecoense.

O Superesportes apurou que a diretoria cruzeirense já discute as condições para um eventual retorno do jovem de 21 anos, que disputou oito partidas em 2016 e marcou um gol. A Chape não faria força para segurá-lo, uma vez que a dupla titular é composta por Luiz Otávio e Victor Ramos, com Douglas Grolli – também do Cruzeiro – sendo o primeiro reserva. Fabrício Bruno disputou apenas 10 partidas com a camisa do Verdão do Oeste em 2017.

Além de suprir a ausência de Dedé, Fabrício Bruno também preencheria a lacuna deixada por Manoel, ainda em recuperação de cirurgia no pé esquerdo. Sem esses dois atletas, Mano Menezes passou a contar apenas com Leo, Caicedo e Murilo para a posição, sendo obrigado a promover Arthur, de 17 anos, para treinar com os profissionais na Toca da Raposa II.

Mano chegou a tomar uma decisão bastante contestada na partida da última quinta-feira contra o Bahia, na Fonte Nova, em Salvador, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. O comandante optou por escalar Henrique como zagueiro em vez de começar com o prata da casa Murilo. Com dificuldades para se posicionar na nova função, o volante foi expulso aos 9min, e o Cruzeiro sofreu o gol da derrota por 1 a 0 pouco tempo depois.

Nesse domingo, Mano concedeu chance a Murilo, que não comprometeu e teve atuação segura na vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-GO, pela sexta rodada do Brasileiro, no Mineirão. Como Kunty Caicedo segue com a Seleção do Equador, o jovem de 20 anos será titular na quarta-feira, às 21h45, diante do Corinthians, no Itaquerão.

Fonte: Superesportes