Cruzeiro, Diogo Barbosa e Mano são denunciados pela procuradoria

O Cruzeiro, o técnico Mano Menezes e o lateral-esquerdo Diogo Barbosa foram denunciados pela procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por causa de infrações ocorridas na partida contra a Chapecoense, em Chapecó-SC, pela volta das oitavas de final da Copa do Brasil.

Mano foi denunciado por atrapalhar propositadamente arremesso lateral do jogador Reinaldo no fim do confronto. Já Diogo Barbosa foi identificado em imagens de TV arremessando copo de água em um jogador adversário, em confusão que ocorreu após o apito final.

Jogador e treinador estão denunciados por infração ao artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (conduta contrária à ética ou disciplina). O artigo diz respeito a “assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não  tipificada pelas demais regras deste Código”.

A pena, em caso de condenação no STJD, é de “suspensão de uma a seis partidas, provas ou equivalentes, se praticada por atleta, mesmo se  suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica, e suspensão pelo prazo de quinze a cento e oitenta dias, se praticada por qualquer outra pessoa natural submetida a este Código”.

O Cruzeiro também é denunciado no artigo 258-D, no qual o clube é responsabilizado pela conduta de seus integrantes e pode receber multa de até R$ 10 mil .

O processo está na pauta da Primeira Comissão Disciplinar em sessão agendada para a próxima segunda, dia 12 de junho, a partir das 13h.

A Chapecoense também será julgada. Os atletas Victor Ramos e Reinaldo, o técnico Vagner Mancini, os dirigentes Rui Costa e João Carlos “Maringá” e o próprio clube foram denunciados.

Fonte: Superesportes