Dedé usa redes sociais para mandar recado à torcida do Cruzeiro: ‘Nunca fui acomodado’

O zagueiro Dedé recorreu às redes sociais no início da manhã desta terça-feira para mandar um recado aos torcedores do Cruzeiro. O jogador, que trata um edema ósseo no joelho esquerdo desde junho, rebateu acusações de que estaria ‘acomodado’ no departamento médico da Raposa. O defensor, no entanto, deixou claro que não são todos que o criticam e agradeceu o apoio que tem recebido por vários cruzeirenses.

Dedé voltou a jogar no dia 21 de março depois de ficar fora do futebol por um ano e vinte e dois dias por causa de uma grave lesão no joelho direito. O zagueiro disputou sete partidas, até sofrer um edema ósseo no joelho esquerdo, em junho. A previsão, na época, era que o jogador voltasse a atuar entre quatro a seis semanas. No desabafo publicado nesta manhã, o defensor revelou frustração com a nova lesão, mas garantiu que está fazendo de tudo para retornar aos gramados.

“Só quero deixar bem claro que eu não estou e nem nunca fui acomodado. Infelizmente veio esta lesão em um retorno onde estava me sentindo tão bem jogando. Cada dia que estava treinando eu achava que nunca mais teria uma lesão, mas infelizmente tive e está sendo muito difícil para mim. Estou tentando voltar”, escreveu Dedé, finalizando a mensagem com um trecho da música ‘Clareou’, interpretada pelo sambista Xande de Pilares.

Há pouco menos de um mês, Dedé teve o carro atingido por socos vindos de parte dos torcedores que cobravam, na porta da Toca da Raposa II, atuações melhores do time, após derrota para o Atlético, por 3 a 1, no Independência, pelo Campeonato Brasileiro. A outra parte dos cruzeirenses, no entanto, repreendeu quem acertou o automóvel do zagueiro.

Dedé disputou 98 partidas com a camisa do Cruzeiro até aqui, e marcou nove gols.

Confira a mensagem de Dedé na íntegra

“Bom dia a todos!

Eu sei que muitos torcedores não entendem e também sei que não vão ligar, mas eu deixo minha mensagem aqui para aqueles que acham que estou feliz em tratamento e pensam que não quero voltar. Só quero deixar bem claro que eu não estou e nem nunca fui acomodado. Infelizmente veio esta lesão em um retorno onde estava me sentindo tão bem, tanto jogando, quanto de lesões. Cada dia que estava treinando eu achava que nunca mais teria uma lesão, mas infelizmente tive e está sendo muito difícil para mim. Estou tentando voltar. Sei que muitos torcem e por isso agradeço pelo carinho e torcida.

Só esclarecendo o que quero muito e o que penso. E vamos para mais um dia de luta. E independente do que aconteça, nenhuma dor me fará desistir, pelo contrário, me deixará ainda mais forte.”

Fonte: Super Esportes