Equipe inicia transição no Cruzeiro; entenda a estrutura administrativa do clube

O grupo que fará a transição administrativa do Cruzeiro começa os trabalhos nesta segunda-feira, na sede do Barro Preto. O presidente eleito, Wagner Pires de Sá, conhecerá a fundo a estrutura administrativa do clube para começar a delinear a sua gestão.

Hoje, o Cruzeiro tem no organograma operacional as seguintes diretorias: financeira, comercial, jurídica, marketing e relações públicas, patrimônio e obras, compras, tecnologia da informação e projetos incentivados.

Algumas mudanças serão feitas. A primeira delas foi a nomeação de Marco Antônio Lage. Ele assumirá uma função estratégica no clube, integrando comunicação, marketing e comercial. Lage trabalhou por 25 anos na Fiat e chega com um currículo de respeito à Raposa.

Em relação ao futebol, a gestão é liderada pelo presidente e pelo vice de futebol. Também fazem parte diretor, gerente, supervisor de futebol, supervisor administrativo e diretor de comunicação. Na base, há superintendente administrativo, o superintendente de futebol e o diretor de futebol de base. Não deve ocorrer ruptura significativa na estrutura gerencial do futebol, mas os nomes serão outros: Itair Machado será o vice de futebol e montará a sua equipe. O gerente Tinga já disse que não permanece e o diretor de futebol Klauss Câmara também deve sair.

Participarão do grupo de transição o presidente eleito, os diretores Marcone Barbosa e Fabiano de Oliveira Costa, os vices Hermínio Francisco Lemos (ficará com o controle administrativo do Cruzeiro) e Ronaldo Granata (que possivelmente assumirá a gerência das categorias de base); Serginho, representante do Cruzeiro no programa Alterosa Esporte, e Itair Machado (que será o homem forte do futebol profissional). Itair não participará das primeiras reuniões, pois já tinha agendado uma viagem com a família.

Por trabalharem no clube, os principais nomes do grupo são Marcone Barbosa, diretor de marketing, mas que ficará responsável pela comunicação da cúpula, e Fabiano de Oliveira Costa, diretor jurídico.
Tags: Wagner Pires de Sá cruzeiro administração gilvan presidente

FONTE: Super esportes